A Vila de Coruche

Vila com História

Situada na encosta sobranceira à margem direita do rio Sorraia, conheceu outrora a existência de uma fortificação no cimo do monte.
Coruche foi conquistada aos mouros por D. Afonso Henriques em 1166. Em 1176 foi concedida pelo mesmo monarca à Milícia da Ordem de São Bento de Évora, mais tarde de Avis.
Os mouros arrasaram o castelo em 1180, não mais sendo reconstruído. Parte da população consegue fugir, mas a maioria é assassinada ou aprisionada.
Em 1182 D. Afonso Henriques reconquista Coruche concede-lhe a 26 de Maio ao seu primeiro foral,  elevando a povoação à categoria de vila e de concelho.
D. Sancho I, em 1189, confirma e aumenta o foral.
Em 17 de Maio de 1201, a Bula do Papa Inocêncio III foi uma protecção que chamou mais gente para o concelho.
Em 29 de Janeiro de 1218, D. Afonso II confirma o foral
Nas Cortes de Évora de 1473, no reinado de D. Afonso V, os procuradores de Coruche tomaram parte activa.
Em 1514 D. Manuel I concede foral à Erra.
O território de Coruche, arrancado primeiramente da província de Alcácer do decadente Império Sarraceno, integrou-se pela sua posição geográfica, na província portuguesa de Além Tejo ou Odiana, até ser incluída na província do Ribatejo.

 

Terça, 21 de Fevereiro de 2017
De momento não existem Sondagens activas.